Sergio Moro Descarta Qualquer Possibilidade de se Candidatar Saiba Por quê?

Em recente entrevista o juiz reforçou nesta terça-feira  que não tem interesse em disputar eleições. “Fiz uma opção pela magistratura, não serei candidato”, disse o magistrado, responsável pelas ações em primeira instância da Lava Jato em Curitiba. Moro tem sido listado em pesquisas para a disputa presidencial de 2018 – em junho, ele apareceu com 14% das intenções de voto em sondagem do Datafolha.

Em uma Participação no Fórum Jovem Pan Mitos e Fatos da Justiça Brasileira, foram feitas algumas perguntas sobre vários assuntos com um foco especial para a situação jurídica e politica da atualidade, respondendo aos convidados presentes, porém evitou falar sobre um prazo para o  fim da operação.

 

Sergio Moro mencionou que a luta contra a impunidade não deve estar atrelada apenas a operação lava jato, ele acredita que a corrupção não deixará de existir na sociedade, porém deve ressaltar que como a prática consentida, ela é algo que realmente deve ser enfrentada e é algo que é merecedor de grande preocupação.

Para o magistrado, a corrupção afeta diretamente a qualidade da democracia no país. “As pessoas passam a perder fé no sistema democrático quando veem que a trapaça é a regra e que essa trapaça permanece impune.

Reforma política

O principal problema apontado pelo magistrado é a forma de distribuição do financiamento público de campanhas entre os partidos. Para Moro, o modelo em discussão vai dificultar a renovação dos mandatos parlamentares.

Há uma tendência de quem está dentro do sistema, em um cargo político eleito, queira continuar dentro e queira deixar fora quem está fora, então um financiamento público, por bem intencionado que seja, tem que ser muito bem pensado para evitar esse tipo de problema.

Em sua visão à Reforma Politica da forma que esta sendo discutida pelos parlamentares não é uma verdadeira reforma, tem que se pensar em um novo modelo para que se possa enfrentar este problema.

SHARE

NO COMMENTS