A Difícil Relação Entre Pais e Filhos e Como Resolver Esse Dilema

O amor sempre existe, o desejo de estar perto e o carinho pelo outro. Mas, porque será que a relação entre pais e filhos não costuma ser tão tranquila quanto se gostaria que fosse? As dificuldades de relacionamento entre pais e filhos não é resultado da falta de amor entre eles, mas sim da presença de um fator que é praticamente impossível extrair da vida familiar: o choque de gerações.

A diferença entre as gerações de pais e filhos

Se pararmos pra pensar em nossa infância e na época da nossa adolescência poderemos ver o quanto era diferente de como é hoje. Quando éramos adolescentes olhávamos para nossos pais e não conseguíamos imaginar como eles poderiam dizer que um dia seríamos como eles. Bem, mas o tempo passou, e na verdade não nos tornamos exatamente como nossos pais, mas, notamos que a relação turbulenta que tínhamos com eles é a mesma que temos com nossos filhos.

relacao-entre-pais-filhos

Vemos as novas gerações e não conseguimos entender como podem agir da maneira como agem, pensar como pensam, ter valores tão distintos dos nossos. Mas a verdade é que eles têm, e agora percebemos que assim como não entendíamos nossos pais eles não nos entendem, e para nós o universo que eles vivenciam é repleto de coisas que não conseguimos assimilar.

Essas diferenças que geram divergências na relação entre pais e filhos acontecem em razão do choque de gerações. Por mais que os pais tentem não ser “caretas”, não serem tão adultos, na verdade dificilmente conseguirão isso, porque a maneira como fomos criados, a forma como fomos educados e o mundo no qual crescemos é totalmente diferente daquele que nossos filhos estão crescendo.

E veja bem, quando eles crescerem vão sentir o mesmo com seus filhos, vão sentir a diferença do mundo que eles crescem para o mundo e que cresceram. O choque de gerações é um dos maiores desafios para serem vencidos na relação entre pais e filhos, mas é possível conviver em harmonia mesmo com essas diferenças.

Vencendo o choque de geração da relação entre pais e filhos

Apesar de parecer existir um abismo entre a nossa geração e a de nossos filhos, é possível conviver em harmonia quando nos lembramos de como nos sentíamos naquela idade. É certo que o que fazíamos era diferente, mas, o que sentíamos, nossos medos, anseios, desejos, incertezas, dúvidas e a vontade de crescer e conquistar o mundo é a mesma para todos os jovens.

conflitos-entre-pais-e-filhos

Embora tenhamos amadurecido, precisamos olhar para trás e nos lembramos como nós nos sentíamos em cada situação que nosso filho hoje vivencia, o que gostaríamos que nossos pais tivessem feito, o que não queríamos sua intromissão. Acima de tudo, o respeito e a compreensão devem acontecer para que a relação entre pais e filhos não se abale pelo choque de gerações.

Pais sempre vão cobrar, afinal, se preocupam. Filhos sempre vão relutar e ser rebeldes uma vez ou outra, porque desejam fazer as cosias a sua maneira e acreditam que a opinião dos pais é ultrapassada. Por isso, a conversa e o diálogo são fundamentais, tentar entender e guiar, instruir e direcionar para que os filhos possam perceber que o que vivem é parte do processo de crescimento, mas que ser jovem não significa ser inconsequente.

Estar ao lado dos filhos, escutar, não menosprezar, entender, dar valor ao que sentem e aquilo que gostam, esse é o respeito que os jovens precisam, assim como precisam de um conselho e não de reprimendas, de instruções e esclarecimentos, apontando sempre consequências para que possam enxergar com seus olhos e tomar a suas decisões sobre oque é ou não bom para eles mesmos.

Dessa maneira, terão nos pais amigos e confidentes, o porto seguro para todas as horas, e não os adultos críticos e autoritários, que somente julgam e nunca entendem nada.

 

SHARE

NO COMMENTS