Marcos Valério em Delação Menciona Lula, Fernando Henrique, Aécio e José Serra

Condenado a 36 anos de prisão no caso do “mensalão do PT”, o publicitário Marcos Valério assinou nesta semana um acordo de delação premiada. De acordo com informações publicadas neste sábado (22) pelo jornal Folha de S.Paulo, Valério conseguiu o acordo ao fazer declarações envolvendo os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso.

A publicação afirma que o publicitário também cita os senadores do PSDB Aécio Neves (MG) e José Serra (SP) em sua delação.

 

Ainda segundo o jornal, o acordo firmado entre Valério e a PF (Polícia Federal) tem 60 relatos de episódios de supostas irregularidades que foram inicialmente rejeitados pela PGR (Procuradoria-Geral da República) e pelo MP-MG (Ministério Público de Minas Gerais).

Para que a delação do publicitário seja efetivada, o acordo firmado entre ele e a PF ainda precisa ser homologado no STF (Supremo Tribunal Federal), onde está em análise.

A reportagem menciona ainda que Valério revelou um esquema de empréstimos do Banco Rural e um repasse da Usiminas via caixa dois para as campanhas de Fernando Henrique (1998), Aécio Neves (2002) e José Serra (2002). A empresa também teria sido usada na eleição de Lula, em 2002, segundo relatos do empresário obtidos pelo jornal.

Após ficar quase quatro anos na penitenciária de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem (MG), Valério foi remanejado no último dia 17 para a Apac (Associação de Assistência e Proteção ao Condenado) de Sete Lagoas, na região central do Estado. No local, os detentos cumprem a pena em um sistema humanizado e podem deixar a cela para trabalhar na unidade durante o dia.

Na decisão em que autorizou a ida de Valério para a Apac, o juiz Wagner de Oliveira Cavalieri afirma que o publicitário “é presumidamente possuidor de inúmeras informações de interesse da Justiça e da sociedade brasileiras, motivo pelo qual inegável o interesse público em suas declarações sobre fatos ilícitos diversos que envolvem a república”.

 

SOURCER7
SHARE

1 COMMENT

  1. Agora,com esse novo sistema de prisão é que “eles” vão matar esse cidadão.Êle é um “arquivo ambulante”…Quando ele sair à rua (para trabalhar ou não)será alvo fácil para a ORCRIM….Está na cara….

Comments are closed.